Agroquímicos


O Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Defesa Vegetal (Sindiveg) divulgou o balanço anual prévio do setor, que aponta vendas de US$ 9,5 bilhões neste ano, resultado 23% menor se comparado ao mesmo período de 2014.
Os principais motivos são a desvalorização do Real, o contrabando, que já atinge níveis expressivos, e a dificuldade de crédito por parte dos agricultores, que afeta o pagamento aos fornecedores pelas contas da última safra e leva ao aumento dos estoques. A indústria, que trabalha com muitos insumos importados, teve dificuldades em repassar o aumento de custos aos preços e também perdeu rentabilidade.
“Encerramos o ano apreensivos com essa prévia de fechamento do setor. 2016 promete ser repleto de desafios e sem crescimento do mercado de agroquímicos”, comenta Silvia Fagnani, vice-presidente executiva do Sindiveg.
O balanço oficial com dados de vendas segmentados por Estado, Cultura e Classe deve ser divulgado no primeiro trimestre de 2016.

Fonte original: Assessoria de imprensa