Agronegócio brasileiro


O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) estuda uma estratégia para ampliar a participação do agronegócio brasileiro no mercado mundial. O objetivo do País é ter 10% do segmento no mundo até 2018.A participação do Brasil em 2015 foi de US$ 82,63 bilhões (cerca de 7,5%) de US$ 1,17 trilhão movimentado no comércio global.
A principal ação em andamento é dar publicidade aos métodos da produção brasileiros, que conta com exigências rígidas de sustentabilidade aos produtores.
Na última semana, o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, autorizou a assinatura do acordo de cooperação técnica em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex) - firmado em abril, ainda na gestão da ex-ministra Kátia Abreu.
Entre os contemplados, estão carnes (bovina, suína e de aves) e derivados, lácteos, pescados, frutas e sucos, grãos, café, alimentos e bebidas e máquinas e equipamentos.