Sem chuva


O clima mais uma vez deve atrapalhar a produção de soja no Brasil. Depois do fenômeno El Niño ter prejudicado a semeadura do grão na última safra, a falta de chuva agora pode atrasar o plantio da oleaginosa nas principais regiões produtoras do país.
Segundo Alexandre Nascimento, meteorologista da Climatempo, a chuva vai demorar pra chegar este ano impedindo o início do plantio de soja em Mato Grosso, Goiás, Minas Gerais e nas regiões Norte e Nordeste. “Embora tenha ocorrido algumas pancadas de chuva pelo país, o solo continua muito seco”, alerta Nascimento.
Já para Mato Grosso do Sul, São Paulo e o sul do Brasil a expectativa é mais otimista. Os estados devem ter chuvas mais regulares e os produtores poderão aproveitar o fim do vazio sanitário para começar a semeadura.
O clima também deve prejudicar a colheita no próximo ano. O produtor vai precisar ter cautela e calcular bem o período de plantio e colheita desta safra. A previsão é que em março de 2017 as chuvas fiquem acima da média, o que pode influenciar de forma negativa a produção do grão.