Eleições Consea-SP


Foram empossados na manhã desta quarta-feira (29), os conselheiros das 16 Comissões Regionais de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável (CRSANS), das 8 por entidades da Sociedade Civil e dos 12 órgãos do Poder Público vinculados ao Conselho Estadual de Segurança Alimentar Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável (Consea-SP), órgão consultivo do Governo do Estado de São Paulo, para a condução dos trabalhos no biênio 2017-2019.
O objetivo das comissões, é executar atividades relacionadas à Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável, descentralizando a discussão sobre o tema para melhor conhecimento da realidade regional, a fim de elaborar propostas de forma participativa e respeitando a peculiaridade local.
De acordo com o secretário Executivo do Consea-SP, José Valverde Machado Filho, a função dos conselheiros é assessorar a criação de políticas públicas sobre a segurança alimentar, debatendo regionalmente as necessidades de cada município que sua comissão representa. “Essa contribuição auxilia o Estado a intensificar as ações das regionais, mobilizando os municípios e a Sociedade Civil, buscando incrementar a pauta para melhorar a qualidade de vida da população, por meio da correta alimentação”, observou Valverde.
Para o conselheiro titular eleito do CRSANS de Campinas, Valdomiro Ferreira Junior, o principal trabalho das Comissões é contribuir para o desenvolvimento de novas políticas e reeducação da sociedade sobre a necessidade de se alimentar de forma correta. “Nós estamos aqui para aprender e compartilhar experiências sobre a real importância da segurança alimentar na vida do brasileiro”, disse.
A conselheira titular da Comissão de Franca, Rosana Emilia Gaspar, destacou o papel da agricultura familiar no processo de fortalecimento da segurança alimentar e nutricional. “É do campo que nascem os alimentos que nos mantêm vivos. Temos que cuidar da sociedade, mas devemos privilegiar e dar assistência ao pequeno e médio produtor”, defendeu.
Os conselheiros são escolhidos através de processo eleitoral. São eleitos um Conselheiro Titular e um Suplente. Essa comissão tem um mandato de 2 anos. Eleição no Consea-SP
Durante a reunião, foram apresentados os candidatos à presidência e vice-presidência do Conselho. Para o cargo de presidente se candidataram os titulares dos CRSANS de Campinas, Valdomiro Ferreira Junior, de Franca, Rosana Emilia Gaspar e do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Osasco – Alphaville e Região, Edson Luiz Pinto.
Para o cargo de vice-presidente se apresentaram os conselheiros das Comissões da Baixada Santista, Vanúzia Teixeira de Souza Batista, de Sorocaba, Shirley Maria da Silva, e do Instituto da Cidadania Ambiental, Luiz Fernando de Freitas Penteado.
Os nomes serão encaminhados ao secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Arnaldo Jardim, que submeterá ao governador Geraldo Alckmin para a escolha das novas lideranças do Consea-SP.
Para o presidente do Conselho, Erico Pozzer, que está finalizando sua segunda gestão, a sensação é de dever cumprido, mas que ainda há muito que avançar sobre o tema. “A atuação do Conselho melhorou nos últimos anos, mas o desafio continua.
Durante a reunião, foram apresentados os candidatos à presidência e vice-presidência do Conselho. Para o cargo de presidente se candidataram os titulares dos CRSANS de Campinas, Valdomiro Ferreira Junior, de Franca, Rosana Emilia Gaspar e do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Osasco – Alphaville e Região, Edson Luiz Pinto. Para o cargo de vice-presidente se apresentaram os conselheiros das Comissões da Baixada Santista, Vanúzia Teixeira de Souza Batista, de Sorocaba, Shirley Maria da Silva, e do Instituto da Cidadania Ambiental, Luiz Fernando de Freitas Penteado. Os nomes serão encaminhados ao secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Arnaldo Jardim, que submeterá ao governador Geraldo Alckmin para a escolha das novas lideranças do Consea-SP. Para o presidente do Conselho, Erico Pozzer, que está finalizando sua segunda gestão, a sensação é de dever cumprido, mas que ainda há muito que avançar sobre o tema. “A atuação do Conselho melhorou nos últimos anos, mas o desafio continua. Temos que continuar trabalhando para levar informação para educar a nossa sociedade sobre a importância de se alimentar corretamente, pois isso é questão de saúde pública”, destacou. Balanço anual Em 2017, houve um crescimento das atividades do Consea-SP, comparado ao último ano. Foram realizadas 83 reuniões regionais nas 16 Comissões distribuídas pelo Estado de São Paulo, 9 a mais em relação a 2016. “Houve uma evolução nas reuniões, trabalhamos também na realização de diversos seminários. No próximo ano queremos espalhar ainda mais entre os municípios das regionais para intensificar a nossa pauta”, explicou Valverde. O secretário de Agricultura e Abastecimento, Arnaldo Jardim, ressaltou a importância de intensificar o debate sobre Segurança Alimentar e Nutrição no Estado de São Paulo. O Titular da Pasta afirmou o compromisso do Governo do Estado de São Paulo em buscar a saudabilidade dos alimentos. “Reunir representantes da sociedade civil com funcionários da nossa Secretaria abre o diálogo para criarmos meios para promover a segurança dos alimentos”, disse.