ALFACE/CEPEA


A alface crespa se valorizou em Ibiúna e em Mogi das Cruzes (SP) nos últimos dias. Conforme colaboradores do Hortifruti/Cepea, chuvas frequentes nessas regiões atrasaram o ciclo de desenvolvimento das folhosas, o que resultou na comercialização de alfaces de tamanho reduzido – alguns produtores chegaram a vender dois pés por um. Além disso, pancadas de chuvas localizadas em ambas as praças acabaram prejudicando algumas lavouras, favorecendo a incidência de bactérias e ocasionando perdas.
Nas lavouras que não foram afetadas por doenças, as alfaces mais velhas sobraram e também foram descartadas. Assim, entre 26 e 29 de março, a alface crespa teve média de R$ 8,79/cx com 20 unidades em Ibiúna, aumento de 12,8% frente à da semana anterior. Em Mogi das Cruzes, a valorização foi menor (4,17%) e a variedade saiu por R$ 10,00/cx.