Transgênicos


A Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio) analisa autorizar novos organismos geneticamente modificados (OGM) tolerantes a herbicidas. A informação é do pesquisador Fernando Adegas, da Embrapa Soja (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária).
Atualmente no Brasil estão liberados quatro produtos com biotecnologia para combater plantas invasoras. No entanto, o CTNBio – órgão colegiado responsável pela aprovação de eventos transgênicos no País – pretende aumentar o número de alternativas disponíveis para os agricultores no campo de herbicidas.
“Por enquanto, temos essas quatro liberações comerciais. Estão sendo pesquisadas outras culturas transgênicas com resistência a herbicidas, como por exemplo, no caso da parceria Embrapa/Basf, que é o Cultivance, resistente aos inibidores de ALS e outros que estão vindo, como o Sistema Enlist e o sistema DicambaeHPPD”, informou Adegas, que também é conselheiro do Conselho de Informação sobre Biotecnologia (CIB).
O especialista defende a aprovação das novas tecnologias de sementes tolerantes aos herbicidas à base de 2,4-D, dicamba, isoxaflutole. Para ele, isso é importante para realizar a rotação de princípios ativos no campo: “Vai demorar um pouco mais, no entanto já estão chegando em alguns países do mundo”.
Adegas explica que a agricultura em grande escala dificilmente seria viável em clima tropical sem a utilização de herbicidas. “Chove praticamente o ano todo, há grande diversidade de espécies vegetais e as condições são favoráveis ao desenvolvimento e à adaptação de plantas daninhas”, afirmou em reportagem da Sociedade Nacional de Agricultura.

Fonte original: Agrolink