Defesa Agropecuária


A ministra da agricultura Kátia Abreu disse hoje (16) que um dos objetivos do seu mandato é elaborar uma sistema de defesa agropecuária "imbatível" para a agricultura nacional. "Estamos trabalhando nisso" disse a ministra durante evento realizado em São Paulo.
Para enfatizar a questão do Sistema de Defesa Agropecuária, Kátia Abreu disse que uma das metas é o reconhecimento mundial de zona livre de febre aftosa com vacinação. "Nossa meta é atingir 100% do rebanho até 2016", disse a ministra. Ela lembrou, ainda, que faltam apenas três estados do território nacional e a Venezuela para que o América do Sul consiga esse reconhecimento. Para a ministra, essa medida também pode estabilizar as exportações do leite.
Sobre exportações, o Brasil deve comercializar, até agosto carne bovina in natura para os EUA e nos próximos meses para Arábia Saudita e Japão, além da abertura de oito frigoríficos para a China."Harmonizamos nossas regras sanitárias de um lado e do outro, e isso contribuiu para a abertura de novos mercados", explica.
Ainda durante o evento, Kátia Abreu falou sobre os desafios no comando da pasta. Ela destacou a agilidade do Mapa na análise de processos, que envolvem questões fitossanitarias, além sobre o corte de gastos no ministério. "Em cinco meses à frente do ministério, nós gastamos 50% a menos em relação à gestão passada. Esse valor economizado será investido também em defesa agropecuária", disse a ministra.

Fonte original: Universo Agro