Líder em VBP


O Estado de Mato Grosso vai ultrapassar o de São Paulo, em 2014, no Valor Bruto da Produção (VBP) das lavouras, de acordo com o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) elaborado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Pesquisas (IBGE).
Conforme os cálculos, o VBP das lavouras de soja, milho, algodão, arroz e de todas as outras culturas produzidas em território mato-grossense passará de R$ 41.148 bilhões em 2013, para R$ 43.261 bi este ano. Já o VBP das lavouras paulistas diminuirá de R$ 44.183 bi no ano anterior para R$ 42.705 bi em 2014.
Com isso, o valor das lavouras de Mato Grosso vai superar o de São Paulo em R$ 556 milhões. Será a segunda vez na história que o VBP das lavouras mato-grossenses superará o dos paulistas. Em 2012, os números foram R$ 42.241 bi por R$ 41.385 bi, respectivamente.
O maior contribuidor para o montante financeiro que as lavouras mato-grossenses vão gerar em 2014 é a soja, que este ano deve ter VBP de R$ 24.406 bi, segundo a mensuração do IBGE. Em seguida está o algodão, com R$ 9.506 bi. O milho vai injetar R$ 7.066 bi nessa conta.
Além de soja, algodão e milho, que são os principais produtos da agricultura mato-grossense, também reforçarão o VBP das lavouras as culturas de cana-de-açúcar (R$ 1.294 bilhão), feijão (R$ 564 milhões), arroz (R$ 280 mi) e café (R$ 40,1 mi), entre outras.
Já no VBP da pecuária – que soma as riquezas geradas pela produção de gado, suínos, aves, leite e ovos – Mato Grosso ficará em quinto no ranking nacional, com R$ 11.241 bi, atrás de Minas Gerais (R$ 15.016 bi), Paraná (R$ 14.096 bi), Rio Grande do Sul (R$ 13.731) e São Paulo (R$ 13.386).